Ação coletiva contra a Sanofi: medicamento antiepiléptico acusado de malformações fetais

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

droga, à base de valproato de sódio e à venda desde a década de 1960, é acusada de ser tóxica na gravidez. Na verdade, a exposição ao ingrediente ativo durante a gravidez parece ter causado graves malformações em fetos, distúrbios neurológicos e comportamentais e dificuldades de aprendizagem em crianças.

De acordo com as autoridades de saúde francesas, o Deparikin pode ser responsável por malformações em 2.150 a 4.100 crianças e defeitos de desenvolvimento neurológico em 30.400 crianças; de acordo com os dados da APESAC – Association d’Aide aux Parents d’enfants Souffrant du syndrome de l’anti-convulsivant – os casos seriam 7647, aos quais devem ser somados 1.645 abortos e 179 óbitos.

A Apesac, que representa 7.500 famílias, lançou a ação coletiva em setembro do ano passado contra a Sanofi, já sob investigação desde 2020 por homicídio culposo e lesões corporais.

Os juízes acataram a ação coletiva porque os efeitos adversos do medicamento são conhecidos há cerca de quarenta anos, mas a Sanofi não indicou na bula a contra-indicação do uso do medicamento na gravidez, não cumprindo seu dever de vigilância e informação e colocando em risco a saúde de milhares de crianças. A contra-indicação foi então inserida, mas apenas em 2006.

Esta é uma grande vitória. Esta decisão reconhece a responsabilidade do laboratório ”, disse Marine Martin, chefe da associação de vítimas da Apesac.

Essa seria uma ação sem precedentes , já que todas as gestantes expostas à droga entre 1984 e 2006 poderiam ingressar e buscar indenização por malformações ou outras enfermidades desenvolvidas em crianças. Se ganharem, as famílias podem receber centenas de milhões de euros de indenização.

A Sanofi, que sempre negou as acusações, disse que queria apelar da decisão porque “ela se baseia em parte em conclusões questionáveis ​​de laudo pericial apresentado durante o processo penal”.

Fontes: APESAC / Reuters / Que Chosir

 

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Graduada em Ciências e Tecnologias Herbárias, editora web desde 2013, ela publicou "Sabonetes e cosméticos DIY", "O sábio do trabalhador manual" e "A cebola do trabalhador manual" para as edições Age of Aquarium.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest