Já ouviu falar em combustão humana espontânea? Veja o que diz a ciência

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Quando um corpo humano pega fogo sozinho, sem uma fonte externa que o cause, é chamado de combustão humana espontânea.

Ao longo da história, existem relatos de pessoas que queimaram até a morte sem motivo aparente e, estranhamente, os lugares ao redor não foram afetados pelo incêndio.

Esse é um fenômeno antigo e foi relatado pela primeira vez em 1470, quando um cavaleiro italiano chamado Polonus Vorstius supostamente explodiu em chamas.

Mas o caso não foi oficialmente registrado até quase dois séculos depois, quando o médico dinamarquês Thomas Bartholin incluiu o episódio em seu livro sobre condições raras, ‘Historiarum Anatomicarum Rariorum’.

Em 1725, um homem foi acusado do assassinato de sua esposa, Nicole Millet, mas foi absolvido após o testemunho de um cirurgião. O tribunal decidiu que era um caso de combustão humana espontânea e um “ato de Deus”.

Em 1731, uma condessa italiana também ficou conhecida como vítima de combustão espontânea.

Após esses e outros casos, a ciência começou a se dedicar a seu estudo. Seria uma farsa ou realmente estava acontecendo?

Uma teoria foi apresentada na revista ‘As Transações Filosóficas da Sociedade Real de Londres’ de que gases e resíduos intestinais misturados com álcool fizeram essas pessoas inflamarem espontaneamente.

Charles Dickens chegou a incluir um caso de combustão humana espontânea em seu romance ‘A Casa Soturna’ nos anos 1800, o que tornou o fato conhecido do grande público.

 

Em 2010 Michael Faherty, de 76 anos, morreu queimado em casa, em Galway, Irlanda. O caso era estranhamente semelhante aos casos anteriores de combustão humana espontânea. O legista Dr. Ciaran McLoughlin finalmente atribuiu a morte de Michael Faherty à combustão espontânea.

Nos casos de combustão humana espontânea, os corpos são reduzidos a cinzas, exceto pelas mãos e pés, que são encontrados intactos na maioria das vezes. O entorno da pessoa também permanece intacto. Então, como esses casos de combustão podem ser explicados?

Uma teoria apresentada chamada “efeito pavio” pode responder a essa pergunta. A teoria supõe que um corpo pode queimar até se tornar apenas cinzas usando sua própria gordura como combustível.

Isso explicaria como um corpo pode queimar por horas e ainda ficar com as mãos e pés intactos, pois são partes do corpo com muito menos gordura. De acordo com a teoria do pavio, uma fonte de calor, como a cinza de um cigarro, por exemplo, é o bastante para perfurar a pele e iniciar o processo de queima.

Chegaram até a fazer experiências com porcos (que nem queremos saber como foram realizadas), para provar a teoria do pavio, já que o tecido desses animais é semelhante ao de um humano em teor de gordura.

Outra teoria do pesquisador Brian J. Ford sugere que níveis mais altos de acetona são os culpados pelo fenômeno, o que pode acontecer quando o corpo está em um estado de cetose. Isso quer dizer que, quando o corpo está sem glicose ele começa a usar gordura (cetonas) como combustível. Isso, por sua vez, produz acetona, que é altamente inflamável.

A terceira teoria é a dos raios globulares, um fenômeno atmosférico elétrico ainda inexplicado, como uma causa para os humanos pegarem fogo. Este fenômeno consiste em esferas flutuantes de raios que algumas pessoas relataram ter visto quando tempestades estão por perto.

Alguns também levantaram a hipótese da Síndrome de Stevens-Johnson, que é uma reação alérgica rara que pode causar queimaduras e bolhas. Contra essa teoria está o fato de que essa alergia não queima as pessoas por completo.

 

Fonte msn

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest