Câncer de pele: adeus biópsia? Aqui está o dispositivo portátil que encontra o melanoma de forma rápida e indolor

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

As biópsias de pele são operações invasivas, porque os médicos cortam pequenos pedaços de tecido para exames laboratoriais, deixando os pacientes com feridas que podem levar semanas para cicatrizar.

Este é um preço que vale a pena pagar, pois permite a detecção precoce do câncer. No entanto, nos últimos anos, a pesquisa viu o número de biópsias crescer cerca de quatro vezes mais rápido do que o número de cânceres detectados, com cerca de 30 lesões benignas sendo biopsiadas para cada caso de câncer de pele encontrado.

O estudo

Pesquisadores do Stevens Institute of Technology estão desenvolvendo um dispositivo portátil de baixo custo que pode reduzir pela metade a taxa de biópsias desnecessárias e oferecer aos dermatologistas e outros médicos da linha de frente acesso fácil a diagnósticos laboratoriais de câncer.

Negar Tavassolian, diretor do Stevens Bio-Electromagnetism Laboratory disse:

Não estamos tentando nos livrar das biópsias, mas queremos fornecer aos médicos ferramentas adicionais e ajudá-los a tomar melhores decisões.
O dispositivo usa imagens de ondas milimétricas, a mesma tecnologia usada em scanners de segurança de aeroportos, para escanear a pele de um paciente.

O tecido saudável reflete os raios de ondas milimétricas de maneira diferente do tecido canceroso, portanto, teoricamente, é possível detectar tumores monitorando os contrastes nos raios refletidos pela pele.

A equipe usou essa tecnologia para examinar 71 pacientes durante visitas clínicas e conseguiu identificar com precisão lesões benignas e malignas em segundos.

Especificamente, eles foram capazes de identificar tecido canceroso com sensibilidade de 97% e especificidade de 98%, uma taxa competitiva mesmo com as melhores ferramentas de diagnóstico de nível hospitalar.

Existem outras tecnologias avançadas de imagem que podem detectar câncer de pele, mas são máquinas grandes e caras que não estão disponíveis na clínica. Essa nova ferramenta, por outro lado, é de baixo custo, pequena e fácil de usar.

Fonte: Nature

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Graduada em Línguas e Civilizações Orientais pela Universidade de Roma La Sapienza. Possui vários anos de experiência em comunicação digital. Apaixonada por beleza, fitness, bem-estar e moda sustentável.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest