Sabia que telas de celular e computador podem causar até câncer? Veja como evitar

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Cada vez mais pessoas passam o dia expostas às luzes das telas de eletrônicos e essa exposição pode prejudicar a saúde da pele. Seja o computador, celular, tablet ou a televisão, todos esses aparelhos emitem poluição eletromagnética, uma que está relacionada a diversas patologias da pele, como o envelhecimento precoce cutâneo e até mesmo câncer.

A médica cirurgiã, Dra. Carla Góes, especialista em dermatologia e rejuvenescimento, explica que a luz emitida por esses equipamentos é composta de ondas, classificadas em cores de acordo com a sua frequência. As ondas mais curtas têm coloração violeta e, conforme aumentam, as cores passam pelo azul, verde, amarelo e laranja, até chegar no vermelho.

“Quanto menor o potencial da onda maior os danos causados à pele”, revela a especialista.

As luzes das telas são mais agressivas que os raios solares?

Não necessariamente. O que aumenta o impacto das telas é o tempo de exposição.

“Além da luz azul que é naturalmente emitida pelo sol, estamos hoje muito expostos aos celulares e computadores, fontes artificiais de iluminação com tecnologia Led”, afirma a Dra. Carla.

A dermatologista destaca que o ideal é permitir que de 25% a 30% da luz solar entre em contato com nossa pele. Entretanto, o uso de diferentes aparelhos aumentou a exposição e intensificou a ação desses raios na epiderme.

Todo esse tempo na frente das telas é responsável por elevar as chances de desenvolvermos alguma patologia. A médica acrescenta que o uso inofensivo dos celulares na cama antes de dormir causa muitos danos à pele.

“Manchas, rugas superficiais e melasma estão entre os principais riscos. O uso intenso aumenta o risco de câncer de pele”, adverte.

Como reduzir esse impacto?

Muitas pessoas trabalham ou estudam em frente às telas, por isso não conseguem reduzir o tempo de exposição. Contudo, algumas atitudes podem ajudar a reduzir os impactos na pele, prevenindo a ocorrência de doenças.

A médica recomenda o uso de produtos ricos em vitaminas como bioflavonoides, além de filtros solares.

“Mais do que nunca, a regra do filtro solar assim que acordar está valendo. E se você usa maquiagem, dê preferência para as que contém filtro solar na sua composição”, aconselha.

A dermatologista também indica medicações via oral que atuam na proteção natural da pele. É indicado procurar orientação profissional para tomar qualquer medicação.

Fonte: Terra

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest