Encontrados agrotóxicos em alimentos ultraprocessados de origem animal

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) divulgou uma pesquisa que aponta a presença de agrotóxicos em alimentos ultraprocessados de origem animal, que são encontrados com frequência na mesa dos brasileiros. Foram analisadas 24 amostras de alimentos ultraprocessados feitos à base de carne e leite e foi constatado que 58% dessas amostras tinham resíduos de agrotóxicos na composição.

Os alimentos analisados eram de oito categorias: linguiça suína, salsicha, mortadela, hambúrguer bovino, empanado de frango (popularmente chamado de nugget), iogurte ultraprocessado, bebida láctea sabor chocolate e requeijão.

Todas as categorias de produtos à base de carne e duas das três marcas analisadas de requeijão apresentaram resíduos de agrotóxicos, entre eles o glifosato, que o Idec destaca ser o agrotóxico mais utilizado no Brasil, mesmo tendo sido proibido em diversos países e sendo considerado como “provável cancerígeno” pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O Idec afirma que enviou notificações para todas as empresas responsáveis pelos produtos analisados em que foram encontrados agrotóxicos. O instituto informou também que os dados foram enviados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e comunicados à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), apesar de a agência ter a política de só monitorar a presença dessas substâncias em alimentos in natura.

Procurada, a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA) afirmou que não teve acesso ao estudo e, portanto, desconhece a metodologia e os resultados das análises, além de apontar que uma resolução da Anvisa determina que alimentos processados devem adotar os mesmos Limites Máximos de Resíduos (LMR) estabelecidos para o alimento in natura, considerados seguros para o consumidor.

“As indústrias brasileiras de alimentos trabalham com alto nível de responsabilidade na utilização de insumos e matérias-primas e devem seguir as diretrizes de boas práticas e normas de qualidade e segurança definidas pelas autoridades sanitárias, assim como de suas próprias áreas de qualidade. O setor atende à legislação brasileira, assim como a de 190 países para os quais exporta, cumprindo um papel essencial na promoção da segurança alimentar global”,

afirmou a associação.

As oito categorias de alimentos analisadas foram escolhidas pelo Idec com base nos produtos que os brasileiros mais consomem segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As marcas dos produtos foram selecionadas conforme pesquisas de mercado e de preferência dos consumidores.

A análise dos alimentos, segundo o Idec, foi realizada por um laboratório que é referência nacional, acreditado pelo Inmetro, credenciado no MAPA e utilizado pela Anvisa. O instituto aponta que foi usada uma metodologia de testagem capaz de detectar a presença de até 653 resíduos de agrotóxicos.

A pesquisa é o segundo volume do estudo “Tem veneno nesse pacote”, iniciado com a publicação, em 2021, de outra análise que já havia encontrado resíduos de agrotóxicos em bebidas, cereais, salgadinhos, pães, biscoitos e bolachas.

O objetivo do segundo volume da pesquisa, que analisou os ultraprocessados derivados de carnes e leite, foi disponibilizar informações para auxiliar na avaliação e no monitoramento do risco relacionado à ingestão de agrotóxicos nesses produtos. O Idec aponta que os dados sobre o consumo de agrotóxicos por meio de ultraprocessados de origem animal ainda são escassos.

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest