Mamães: a amamentação é importante na saúde da mulher e do bebê

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

A primeira mamada, realizada na primeira hora após o parto, contribui para reduzir as contrações uterinas e diminuir os riscos de hemorragia para a mãe. Além disso, o ato de amamentar é um laço forte de conexão e fortalecimento de vínculo com o bebê e ainda reduz as chances da mulher desenvolver no futuro câncer de mama, ovário e colo do útero.

Nos primeiros 6 meses de vida, recomenda-se a amamentação exclusiva e, a partir dessa idade, deve-se iniciar a alimentação complementar adequada e saudável e manter o aleitamento materno até os dois anos de idade ou mais.

Além de ser a opção mais saudável e segura, a amamentação é a forma mais barata de alimentar a criança. Algumas mães se questionam se o leite materno é suficiente para o bebê, principalmente em regiões mais quentes do país. E a resposta é sim. A amamentação exclusiva nos primeiros 6 meses de vida é suficiente para garantir as necessidades do bebê e é essencial para propiciar os maiores benefícios do aleitamento materno para mãe e filho.

Além disso, a amamentação em livre demanda do bebê também estimula a produção de leite. Quanto mais a mãe amamentar, mais leite será produzido. O leite materno reduz as chances de mortalidade na infância, incluindo a mortalidade no período neonatal, nos primeiros 28 dias de vida. A amamentação também melhora a imunidade do bebê, várias pesquisas apontam que os recém-nascidos que se alimentam os primeiros 6 meses exclusivamente com leite materno adoecem menos, além de melhorar o desenvolvimento neurológico.

Para incentivar o aleitamento materno e propagar ainda mais a importância da amamentação junto à população, o  Ministério da Saúde realiza anualmente a Campanha da Semana Mundial da Amamentação, em parceria com a Sociedade Brasileira de Pediatria, cujo tema deste ano foi “Apoiar a amamentação é cuidar do futuro”.

O vídeo da Campanha, que este ano foi protagonizado por bebês gêmeos, retrata a importância do leite materno para a saúde dos bebês e da rede de apoio para o sucesso da amamentação. Assista aqui .

Para as mães de primeira viagem ou que estão enfrentando dificuldades para amamentar, procure os profissionais de saúde do SUS ou o seu médico, eles são importantes aliados neste processo e ajudam a tornar essa fase mais prazerosa para mãe e o bebê.

Fonte: ig

 

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest