Teste de gravidez: quando fazer e como funciona

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

A suspeita de uma gravidez ou até mesmo o desejo de ficar grávida, ainda causa muita confusão e ansiedade nas mulheres. Muitas delas, correm para a farmácia antes mesmo do período de fecundação, outras nem se dão conta que já estão grávidas e acabam sabendo meses depois. No entanto, existe o momento ideal para fazer o teste de gravidez, que pode ser tanto o de farmácia, quanto o de sangue. Nesse artigo falaremos sobre como funciona cada um deles e quando fazer.

O teste de gravidez funciona através da identificação do hormônio gonadotrofina coriônica (HCG), que é produzido pela placenta quando a mulher está grávida. Essa identificação pode ser feita tanto pelo exame de urina, através dos testes de farmácia, como pelo exame de sangue (Beta HCG), o qual é mais preciso. Não que o de farmácia não seja confiável, mas o teste de gravidez feito através do exame de sangue consegue ser mais exato na contagem do hormônio.

Todavia, existe o período certo para realizar ambos os testes, pois não adianta nada realizá-los três ou quatro dias após a relação sexual.

Quando fazer o teste de gravidez

De acordo com especialistas, o mais indicado é realizar o teste com pelo menos 1 dia de atraso na menstruação. Isso porque o HCG começa a ser produzido após 10 dias da fecundação. Após esse período o exame de sangue já consegue detectar a gravidez, mas o ideal é esperar que a menstruação atrase.

Teste de gravidez de farmácia

Até hoje, muitas pessoas ainda desconfiam dos testes de farmácia, mas segundo a Dra. Juliana Guimarães, eles têm de 90 a 95% de eficácia. O teste de farmácia é realizado através da urina, preferencialmente com a primeira urina da manhã. Caso não seja possível, deve-se aguardar um intervalo de 4 horas entre uma urina e outra para realizar o teste.

Os testes de gravidez vendidos nas farmácias possuem diversos níveis de sensibilidade, onde alguns conseguem detectar gravidez logo no primeiro dia de atraso da menstruação, como mencionamos anteriormente. Os menos sensíveis conseguem detectar gravidez somente após o atraso de 10 dias na menstruação. Por isso recomenda-se ler as orientações de cada um deles antes de comprar.

Como fazer o teste de farmácia

Para realizar o teste de farmácia, normalmente é necessário urinar na própria fita do dispositivo, já outros indicam para urinar em um reservatório para depois molhar a fita de teste. Depois é só aguardar de 1 a 5 minutos para saber o resultado. As indicações normalmente variam da seguinte forma:

  • Símbolos + ou – para indicar se positivo ou negativo;
  • Digital com indicação de grávida ou não grávida;
  • Traços, onde 1 significa negativo e 2 indica positivo, mas pode acontecer do segundo traço aparecer mais fraco ou quase transparente. Segundo informações da Dra. Juliana, se o segundo traço aparecer fraco, já é uma indicação de gravidez, porém será necessário repetir o teste após alguns dias.

Outras situações podem fazer com que o teste de farmácia apresente resultado positivo, mas esteja errado. Dentre elas, são possíveis de acontecer:

  • Não evolução da gravidez após a fecundação;
  • Gravidez ectópica (embrião é formado fora do útero);
  • Medicamentos para fertilidade;
  • Menopausa;
  • Aborto espontâneo.

Para todos os casos, inclusive o de gravidez normal, a recomendação é procurar o ginecologista para fazer o acompanhamento e demais procedimentos, como pré-natal se for o caso.

Em outras situações, é possível que o teste de farmácia apresente um resultado falso-negativo. Ou seja, o resultado é negativo, mas há possibilidade gravidez. São elas:

  • Fazer o teste antes do período mencionado pelo fabricante;
  • Fazer o teste com a urina muito diluída;
  • Deixar a fita de teste por pouco tempo em contato com a urina.

Se realmente não houver gravidez, mas a menstruação atrasar, é necessário investigar outras causas como: estresse, distúrbios hormonais, excesso de atividade física, perda significativa de peso, entre outras.

De toda forma, deve-se procurar o médico para saber as causas do atraso na menstruação, caso não seja gravidez de fato.

Exame de sangue Beta HCG para detectar gravidez

Como falamos anteriormente, o exame de sangue é o procedimento mais eficaz para comprovar a gravidez. Conhecido como Beta HCG, esse exame é feito por uma análise do sangue em laboratório e tem sensibilidade maior do que o teste de farmácia. Por este motivo, o Beta HCG é capaz de detectar gravidez até mesmo antes do atraso na menstruação.

Para esse tipo de exame existem duas modalidades:

  • Qualitativo – Resultados igual a Positivo, Negativo ou Indeterminado;
  • Quantitativo – Quando o resultado do qualitativo é indeterminado, é feita a análise quantitativa. Nela a concentração de HCG no sangue costuma estar acima de 5 UI/L, o que caracteriza gravidez. Esse é um valor padrão dos laboratórios, mas cada um tem seu próprio método de identificação.

As condições adversas que podem influenciar nos resultados desse teste são:

  • Usar medicamentos que contenham HCG na composição;
  • Ter tumores no ovário;
  • Ou tumores embrionários.

O exame de sangue Beta HCG pode ser realizado em qualquer laboratório indicado pelo médico, não sendo necessário fazer em jejum. Confirmada a suspeita de gravidez, deve-se inciar o acompanhamento com o ginecologista / obstetra de confiança para fazer o pré-natal e demais procedimentos.

Talvez te interesse ler também:

SINTOMAS DE GRAVIDEZ: OS PRIMEIROS SINAIS PARA ENTENDER SE VOCÊ ESTÁ GRÁVIDA

GRAVIDEZ APÓS OS 35 ANOS – MULHERES PRECISAM REDOBRAR A ATENÇÃO

AS DIVERTIDÍSSIMAS ILUSTRAÇÕES DE LINE SEVERINSEN SOBRE GRAVIDEZ E VIDA DE MÃE

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Formada em Administração de Empresas e apaixonada pela arte de escrever, criou o blog Metamorfose Ambulante e escreve para GreenMe desde 2018.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest