O conto budista que ensina a importância de cuidar de si antes dos outros

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Nos últimos anos tem-se falado muito sobre a importância do cuidado de si que não deve ser confundido com individualismo exasperado, certamente nocivo, mas que antes representa a capacidade de se amar.

Algo que o budismo também nos conta com essa história que dizem ter sido contada pelo próprio Buda e depois transmitida oralmente por seus seguidores.

história conta que em tempos distantes dois acrobatas se apresentavam todos os dias na rua para ganhar a vida. O professor era um viúvo pobre e a aluna chamada Medakathalika, uma garota muito sábia.

O desempenho deles envolvia muitos riscos porque o professor teve que equilibrar uma vara de bambu alta em sua cabeça enquanto Medakathalika subia nela.

Para evitar quedas e lesões durante a apresentação, os dois acrobatas tiveram que ter muito cuidado e um dia o professor, acreditando que estava ajudando a aluna, aconselhou-a a ficar de olho nele enquanto ele fazia o mesmo com ela, para se ajudarem a manter a concentração e o equilíbrio, e assim ganhar dinheiro suficiente para comer.

Mas a pequena Medakathalika, que era muito sábia, respondeu que era melhor para cada um olhar para si mesmo, porque cuidar de si significa cuidar de ambos. Dessa forma, eles certamente evitariam acidentes e obteriam dinheiro suficiente para comer, acrescentou Meda.

O que a história dos dois acrobatas nos ensina

Esta história ensina que é muito importante nutrir a mente e o corpo cuidando de si mesmo, antes mesmo dos outros.

Na verdade, quando estamos confortáveis ​​conosco mesmos, não do ponto de vista material, mas espiritual, e quando estamos cientes de nós mesmos, é mais fácil sentir compaixão pelos outros e, portanto, tratá-los com maior amor e bondade.

Se, por outro lado, temos pouca consciência de nós mesmos e nos maltratamos, por exemplo, levando uma vida que não se parece conosco e que nos deixa tristes e desanimados, é mais difícil desenvolver uma atitude compassiva e verdadeiramente solidária para com o mundo circundante, com o qual tenderemos a ser mais raivosos.

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest