O grande e maravilhoso poder da gratidão

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Obrigado. Ou como uma simples palavra consegue fazer um gesto ser apreciado, dar leveza ao nosso mundo interior. Claro que isso é verdade quando agradecer – por mais fundamental que seja – não é apenas uma prática, uma questão de boas maneiras, um gesto formal “solicitado” pela sociedade, mas uma expressão autêntica.

De acordo com a psicologia positiva , gratidão é um sentimento de apreciação – por algo ou alguém – que produz positividade duradoura. Mas é também um sentimento mais geral, voltado para a Vida, que surge quando se entra na magia das infinitas possibilidades e maravilhas.

A diferença, sempre, está no nosso olhar, na nossa interpretação das coisas que nos acontecem e nos que nos rodeiam: o sentimento de gratidão permite-nos entrar numa relação diferente com cada acontecimento da nossa vida, para valorizar tudo mais.

Por exemplo, podemos sentir  gratidão pelo sol que retorna todos os dias, por nos dar sua luz e seu calor e – em outro nível – uma informação espiritual de amor incondicional por todos; pela nossa casa, que nos acolhe e nos acolhe, que é ninho e refúgio e porto seguro, lugar de intimidade e segurança; podemos ser gratos pela beleza que a natureza nos  e nos permite harmonizar nosso organismo e nos conectar a harmonias universais.

Podemos ser gratos pela cadeira em que estamos sentados, porque ela nos acolhe; para o pombo que olha pela janela e olha para nós ou mesmo para o colega de trabalho que está nos incomodando porque, justamente esse aborrecimento pode nos dizer sobre as partes de nós que – obviamente – é hora de considerar, nutrir, adoçar, Ame.

É verdade, porém, que para desenvolver a gratidão – que é basicamente como um músculo: quanto mais você treina, mais você entra em sintonia com aquela linguagem, com aquele tipo de sentimento – mais fácil é começar com a beleza, com a gentileza recebida. Como fazer?

Aqui estão alguns exercícios possíveis para desenvolver gratidão

  1. Espalhar atos altruístas (ou seja, fazer, mas sem esperar nada em troca) para o benefício daqueles que conhecemos ou mesmo de estranhos, se a situação permitir …
  2. Todos os dias, abertamente obrigado por cada gesto, comportamento, atenção recebida
  3. Todas as manhãs, ao levantar, sinta gratidão e agradeça por pelo menos 10-15 coisas/situações em nossa vida
  4. Escrever e entregar – possivelmente pessoalmente – uma carta de agradecimento àqueles que fizeram algo grande ou pequeno por nós … e nunca ou realmente receberam um agradecimento específico.
  5. Mantenha um diário e, todas as noites, escreva pelo menos 10 coisas do dia anterior pelas quais você é grato.A prática destes exercícios permite desenvolver uma atitude interior de amor e gratidão, que se alimenta dos dons da Vida, que consegue sustentar nos momentos difíceis, que se abre ao maravilhamento “escondido” nos acontecimentos do quotidiano.
Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Jornalista freelance, nascida em 1977, formada com honras em Ciência Política, possui mestrado em Responsabilidade Corporativa e Ética e também em Edição e Revisão.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest