Se você também se sentir um pouco triste após as festas de fim de ano, há um motivo específico

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

O Natal passou, saudações foram trocadas, presentes foram abertos, guloseimas festivas foram degustadas até enjoar. Devemos nos sentir totalmente satisfeitos por termos sido capazes de experimentar este tempo tradicionalmente alegre com amigos, família, filhos ou pais novamente este ano – mas muitos de nós nos sentimos tristes, abatidos e desanimados logo após o Natal.

Por que isso acontece? Os psicólogos falam de um estado semelhante ao da depressão (embora menos intenso e, no entanto, mais duradouro do que a depressão patológica) que ocorre com muitas pessoas nos dias imediatamente posteriores aos feriados. Os sintomas mais comuns desse estado são melancolia, sensação de vazio, falta de objetivos e pode durar semanas ou até meses, se não for combatida prontamente.

Ano novo, novos objetivos

No topo da lista dos motivos que levam à “depressão” pós-natalina, segundo os especialistas, certamente está a ausência de metas: estabelecer metas e trabalhar ativamente para alcançá-las é o aguilhão que nos impulsiona a seguir em frente – sejam elas bem-estar, como malhar todos os dias ou perder alguns quilos, ou crescimento pessoal, como se formar ou aprender um novo idioma, ou profissional, como mudar de emprego ou ser promovido. Metas são o que nos mantêm motivados, animados e dispostos a nos comprometer com algo; Além disso, ter metas e ver o progresso à medida que progride aumenta a auto-estima, o orgulho e a empolgação.

Isso também acontece no período de preparação para o Natal: organizamos almoços, jantares e festas; convidamos amigos ou planejamos encontros com parentes distantes; vamos decorar a casa para os feriados; estamos empenhados em encontrar o presente perfeito para todos e passamos muito tempo comprando e embrulhando presentes … em suma, temos muitos objetivos durante as festas de fim de ano que ajudam a manter nosso entusiasmo alto pelo Natal. Infelizmente, porém, quando os objetivos são alcançados, a desagradável sensação de vazio e perda de que falamos anteriormente: estamos desmotivados porque não sabemos mais o que fazer.

A melhor maneira de resolver esse problema é encontrar novas metas que possam nos estimular nas próximas semanas. No início do novo ano, dedicamos parte do nosso tempo a nos perguntar o que queremos alcançar nos próximos meses, que direção queremos dar à nossa vida e o que imaginamos que nos trará felicidade. Podemos escrever uma lista de metas para o ano novo (talvez dedicando um caderno a ele de propósito para acompanhar o progresso feito em sua direção) ou, se formos mais criativos, podemos criar um quadro de visão – na prática, um colagem de imagens e frases que nos inspiram e motivam a atingir nossos objetivos. Dessa forma, vamos afugentar a tristeza pós-natal.

Dedique-se ao autocuidado

As farras da festa podem ter nos deixado com uma desagradável sensação de culpa pelas calorias consumidas e pelos quilos extras que sinalizam impiedosamente nossa balança. Segundo um estudo recente, as pessoas engordam em média meio quilo durante as férias: este peso extra, embora não seja excessivo, pode ser difícil de eliminar nas semanas seguintes e contribui para a tristeza e o abatimento. Mas não só: além de comer mais (preferindo, entre outras coisas, alimentos mais gordurosos e calóricos), também tendemos a ingerir mais álcool e a dormir mais. Em suma, cedemos a alguns excessos que normalmente não nos permitimos durante o ano – e por isso nos sentimos culpados.

Mesmo que o estrago já esteja feito, o remédio ainda existe: é só estabelecer uma nova rotina feita de hábitos saudáveis que nos ajude a voltar aos trilhos e a ter uma vida mais saudável. Sempre vamos para a cama na mesma hora e acordamos regularmente, passamos a ir à academia (talvez com um amigo, para ficar mais motivados), bebemos muita água e chás de ervas para purificar o corpo, eliminamos da o nosso nougat do dia a dia, o amendoim salgado e as fatias de pandoro que ainda estão em casa: tudo isto vai melhorar o nosso estado de espírito e permitir-nos perder rapidamente o peso acumulado durante as férias.

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Com 25 anos e licenciada em Línguas Estrangeiras. Sempre esteve atenta às questões ambientais e visando um estilo de vida eco-sustentável. No seu pequeno caminho tenta minimizar a pegada ambiental com escolhas responsáveis, respeitando a natureza que a cerca.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest