Um dos maiores museus do mundo abriga centenas de gatos de rua

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Entre 1941 e 1944, a cidade de Leningrado permaneceu sitiada e ficou sem gatos; ou morreram de fome ou durante os ataques. A escassez de gatos estava causando enormes problemas.

Os porões dos prédios antigos estavam repletos de ratos, que roíam móveis, paredes, linhas de comunicação e também transmitiam doenças perigosas.

Os museus que armazenavam obras de arte em seus porões também não foram poupados, e inúmeras obras de arte preciosas e outras exposições estavam ameaçadas.

Para resolver o problema, um trem trouxe 5.000 gatos selvagens da Sibéria para Leningrado para “trabalhar” como patrulhas de roedores na cidade.

gato de rua

Centenas desses gatos foram designados para guardar as obras de arte no Museu Hermitage de São Petersburgo.

Eles eram conhecidos como os “Guardiões das Galerias”.

O plano deu certo e todos os ratos do Hermitage foram mortos. Os descendentes desses heróicos gatos siberianos ainda servem no Hermitage hoje. Veja o vídeo abaixo:

Após o colapso da União Soviética em 1991, muitos em São Petersburgo não podiam mais alimentar e cuidar de seus gatos, e assim o Museu Hermitage, aberto ao público há mais de 100 anos, decidiu adotar alguns gatos de rua.

Os gatos são tratados como a realeza no “Cat’s Quarters”, eles desfrutam de cuidados veterinários 24 horas, alimentação e total liberdade.

Eles podem vagar livremente pelo porão do Museu Hermitage em São Petersburgo, e os visitantes que caminham do lado de fora do prédio encontram lindos felinos descansando ao sol.

Até hoje, os gatos do palácio cumprem fielmente suas tarefas de captura de ratos – até o gato mais velho, com 22 anos.

Por muitos anos, a equipe do museu usou suas horas de folga para alimentar e cuidar de seus colegas peludos.

O Museu Hermitage dá uma nova vida a estes gatos de rua, mantém-nos alimentados e saudáveis, com a ajuda das contribuições dos visitantes.

Todos os anos, o museu também organiza um “dia do gato”, onde as crianças aprendem sobre os felinos e fazem pinturas.

Fonte: lovecatsworld

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Nascida e criada em São Paulo, é publicitária formada pela Faculdade Cásper Líbero e Master em Programação Neurolinguística. Trabalha como redatora publicitária, redatora de conteúdo e tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por animais e viagens, morou no Canadá e no Uruguai, e não dispensa uma oportunidade de conhecer novos lugares e culturas.
Você está no Facebook?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Facebook
Siga no Pinterest